Cinco Anos

Janeiro 8, 2009

Uma criança de cinco anos alcança uma nova fase, de uma independência muitas vezes incômoda aos pais. Passa a ver o mundo com outros olhos e de uma nova perspectiva.

Uma relação de cinco anos também atinge um novo patamar. Se antes, tudo era novidade, agora, de uma posição mais confortável, pode-se dizer que já se atingiu uma rotina e que as novidades e descobertas se tornam mais escassas mas os elos se tornam cada vez mais densos.

Uma saudade de cinco anos também não é a mesma saudade de um mês ou de um ano. Apesar de muitas vezes mais doída do que a saudade recente, é uma saudade sufocada, tranqüila e muitas vezes seletiva.

Hoje completo cinco anos de formada. Há cinco anos sou médica. Há cinco anos me casei com a Medicina e uso, sempre que posso, meu anel no anelar esquerdo que, como já disse anteriormente, significa o único casamento indissolúvel que conheço.

Hoje, ainda me sinto uma criança na Medicina. Uma criança de cinco anos, com muita coisa a aprender mas que já tem certa autonomia. Sinto que tenho um casamento extremamente feliz, apesar das turbulências, uma relação que está amadurecendo aos poucos, mas já com algumas rotinas. Sinto também uma saudade velada, dos tempos de faculdade, dos tempos do colégio, quando eu tinha tão menos responsabilidades.

Saudades dos meus colegas de turma, aqui representados pela gravura abaixo.

Parabéns pra mim!

Toda Sala Tem

Uma resposta to “Cinco Anos”

  1. rebeca said

    e bom ter amigos…………..assim

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: