Thais

Janeiro 16, 2008

Em janeiro de 1999 decidi que estudaria uma língua estrangeira. Eu já estava no segundo ano da faculdade e já era formada em inglês. Estava tentando sair de um relacionamento fracassado mas estava sendo muito, muito difícil. Pensei em estudar francês, mas o curso era longo demais. Pensei em estudar espanhol mas não fazia idéia de onde seria o melhor curso. Decidi estudar italiano, língua dos meus antepassados nem tão antepassados assim.

Escolhi estudar aos sábados porque não influenciaria nos meus horários muito loucos da faculdade.

No primeiro dia de aula, ao subir as escadas, uma moça com aproximadamente a minha idade pergunta se sou também do primeiro nível. Resposta afirmativa, procuramos nossa sala.

A minha primeira impressão foi de indiferença. Dela, de descaso, quase desprezo. Como ela mesma me disse anos mais tarde, ela me achou muito petulante e metida, além de falar alto e ser esparrenta.

Foi assim que conheci minha melhor amiga.

As aulas de italiano eram semanais. Não tínhamos nenhum contato entre um sábado e outro. Algumas vezes fomos ao shopping, outras vezes conversamos nos intervalos. Nada além disso.

Quanto à minha faculdade, foi seguindo seu rumo. O namoro que estava terminando, de fato terminou, alguns meses depois. Conheci outras pessoas, tentei me refazer da decepção e do costume.

Cerca de um ano depois, um ano e meio, não estou bem certa, foi a vez da Thais terminar um namoro longo e sofrer muito por isso. Eu já tinha passado pelo desespero de viver grudada a uma única pessoa e depois do término não saber sequer ir ao shopping sozinha. Não deixaria que alguém de quem eu já tinha aprendido a gostar passasse pelo mesmo que eu.

E foi assim que passamos a sair todos os finais de semana. Foi assim que conhecemos os amigos da outra e passamos a ir ao cinema aos domingos.

De colegas da aula de italiano, “oriundi”, passamos a ser amigas inseparáveis e eu descobri alguém maravilhoso, que não sei como poderia não fazer parte da minha vida.

Hoje é aniversário da Thais e não tenho nem por onde começar a explicar o quanto a minha amiga é especial.

Perdi a conta de quantas vezes discordamos, de quantas vezes fizemos compras juntas, de quantas vezes sofri pelas escolhas erradas dela e de quantas vezes ela também sofreu pelas minhas escolhas erradas, apesar de saber que ela sempre me achou muito mais segura de mim.

O que desejar pra minha melhor amiga? Tudo de bom???Felicidades? Amor? Sorte? Sucesso? Realizações? Também.

Mas, no meu íntimo egoísta, desejo ainda que ela seja minha amiga eternamente e que eu possa sempre contar com seu ombro pra chorar minhas desilusões e com sua companhia para ser cada dia mais feliz.

Felia aniversário, miguxa!!!

Eu te amo muito!

Baci!

Uma resposta to “Thais”

  1. Thais said

    Ahhh, ameiii o post!!!!
    Muito obrigada, Res! Por estar sempre ao meu lado e por tudo!
    Anch’io ti voglio bene.🙂
    Baci!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: